Acontece

Nº 1 da Nova Zelândia de novo

Pelo quarto ano consecutivo, a Villa Maria é eleita a marca número 1 de vinhos da Nova Zelândia. Com quatro vinhedos e um vasto portfólio, a Villa Maria ocupa desde 2015 o topo do ranking de vinícolas neozelandesas na lista “World’s Most Admired Wine Brands”, produzida pela conceituada revista britânica Drinks Internacional. 

Como critério de avaliação, os jurados levaram em conta a consistência ou a melhoria de qualidade dos rótulos, a fidelidade do vinho em relação ao seu país de origem e o atendimento aos anseios de seu público-alvo. Eles também consideraram o marketing e as embalagens, bem como o apelo do vinho para uma gama considerável da população.

“Ser nomeada a marca de vinho mais admirada da Nova Zelândia por quatro anos seguidos é uma prova do nível de qualidade e consistência dos nossos vinhos, e mostra que nos destacamos em todos os critérios”, celebra Sir George Fistonich, fundador e presidente da Villa Maria Estate.

“A Villa Maria tem todos os requisitos para continuar nessa trajetória de sucesso e reconhecimento. George construiu uma equipe de enólogos e viticultores apaixonada e muito talentosa que têm um compromisso inabalável de fazer vinho de qualidade de forma sustentável”, acrescentou o CEO recém-nomeado Abe Salt.

Fundada em 1961, quando George tinha apenas 21 anos de idade e alugou de seu pai uma pequena propriedade em Mangere para plantar vinhas, a ainda familiar vinícola Villa Maria se tornou um ícone da indústria neozelandesa de vinhos. Com quatro vinhedos espalhados pelo país (a Nova Zelândia é um arquipélago), o grupo emprega mais de 250 funcionários permanentes, exporta vinho para pelo menos 50 países e faz jus à tradição vitivinícola da Nova Zelândia, famosa por suas variedades Sauvignon Blanc e Pinot Noir, ainda que tenha outras uvas em seu portfólio.



Assine Nossa Newsletter

e receba novidades, promoções e convites para eventos da importadora Winebrands